"Precisamos contribuir para criar a escola que é aventura, que marcha, que não tem medo do risco, por isso que recusa o imobilismo. A escola em que se pensa, em que se cria,
em que se fala, em que se adivinha,
a escola que apaixonadamente
diz sim à vida"
Paulo Freire